Picthou Luambo nasceu no Congo, formou-se em direito e atuou como ativista de causas sociais denunciando estupros cometidos por integrantes das forças armadas que tentam tomar o controle do seu país. Ele defendia vítimas da violência até precisar fugir para o Brasil, onde mora há seis anos.

Como há uma série de questões burocráticas que o impedem de exercer a sua profissão aqui,  Pitchou teve a ideia de abrir um restaurante com pratos típicos do Congo, mas com uma peculiaridade: todos são veganos!

Congolinária fica dentro do espaço O Quintal de Casa, uma praça de alimentação independente localizada no bairro do Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo. Com nomes como “Fufu”, “Sambusa”, “Simba”, “Tembo” e “Omomba”, os pratos despertam a curiosidade e aguçam o paladar. O lugar está fazendo o maior sucesso!

Conheça: http://congolinaria.com.br/site/

Congolinária

Com informações do The Greenest Post: http://thegreenestpost.bol.uol.com.br/refugiado-do-congo-inaugura-no-brasil-restaurante-vegano-com-pratos-tipico-do-seu-pais/

Últimos posts por Blog da Cultura da Paz (exibir todos)

Comments

comments