Por Paramahansa Yogananda
Trechos da palestra contida no livro A Eterna Busca do Homem

eterna_busca_do_homem

“Peça a Deus que o ajude a realizar todos os bons propósitos e resoluções que estiver fazendo agora para o Ano Novo. Decida-se a fazer exatamente o que resolveu e, em nenhuma circunstância, permitir que os antigos maus hábitos o obriguem a voltar atrás.

“Analise-se. O que aconteceu com suas boas intenções e nobres ambições do ano passado? Deixou que morressem por falta de vontade dinâmica de realizá-las? Tome a firme decisão de evitar a repetição dos velhos erros no Ano Novo. Planeje seu tempo. Decida que não será um autômato, dirigido pelo mundo e por seus próprios hábitos; não é esse o caminho para a verdadeira felicidade. Você precisa mudar; deve ser capaz de mudar. Um vago desejo de melhorar não basta. Você é hoje o que fez de si mesmo, e pode ser o que quiser, mas precisa usar a força de vontade.

“Mais limitadoras que os muros de pedra são as grades da prisão do hábito. Você carrega essa prisão invisível aonde quer que vá. Mas você pode se libertar! Decida agora fugir do cárcere dos hábitos e correr para a liberdade.

Resgate sua divindade perdida

“Todavia, nós podemos superar características indesejáveis. A mente humana é elástica. Se você a esticar gradualmente, ela cederá. Mas você nem mesmo tenta. Deus nos deu poder mais que suficiente para superar todas as provações e deficiências da vida.

“Mas ninguém atravessa os portões da liberdade antes de ser aprovado em todos os testes de Deus, antes de ter aprendido a viver como autêntico filho Dele. Por que acreditar que é um frágil mortal? Você é potencialmente um filho de Deus. Não tem de adquirir nada; só precisa saber.

“A meditação é o caminho para resgatar a divindade perdida.

“Os erros de uma vida inteira podem ser corrigidos hoje. Neste Ano Novo, tome a decisão de perceber que, embora como homem mortal você tenha certos hábitos, como ser divino é livre. Por que mentir a você mesmo? Por que imputar-se os erros do passado? Deve destruí-los. Do contrário, serão enxertos na árvore de sua vida.

“Ser realmente livre significa poder fazer o que sabemos que devemos fazer e não meramente o que, por capricho, queremos fazer.”

“Você não precisa deixar as praias da Terra e colocar asas; ao contrário, deve aprender a ser feliz aqui e agora, sob todas as condições, e incluir na sua alegria a felicidade dos outros. Faça o máximo possível para fazer os outros felizes. Não se pode agradar a todos; porém, dê bondade e amor às almas que cruzarem o seu caminho. Não existe ação mais libertadora do que ser sinceramente gentil com uma pessoa em retribuição a uma grosseria. Por que não ser como a flor, que exala perfume mesmo quando esmagada com a mão?

“Se as pessoas o criticam, não as ignore. Veja se tem o defeito que lhe atribuem e, se tiver, corrija silenciosamente o erro.

“Se você entrar em contato com Deus em seu interior, saberá que Ele está em todos, que Se tornou os filhos de todas as raças. Então, você não poderá ser inimigo de ninguém.

“Devemos exercitar a vida simples e o pensamento elevado. Seria bom se cada família tivesse uma pequena horta onde cultivar parte de seu alimento. Viva com mais simplicidade, para que possa ter tempo de aproveitar os pequenos prazeres da vida.

“Escolha os hábitos que vai destruir no Ano Novo. Tome a decisão e aferre-se a ela. Resolva dar mais tempo a Deus: meditar regularmente todos os dias e, uma noite por semana, meditar durante várias horas, para que possa sentir seu progresso espiritual em Deus.

 

Vale a pena conhecer essa palestra completa no livro A Eterna Busca do Homem e também as outras 58 palestras dessa obra de Paramahansa Yogananda, que contém temas preciosos sobre os processos da vida à luz da ciência da Yoga, como: Autoanálise: Chave para Dominar a Vida; Nervosismo – Causa e Cura; Como se Tornar uma Pessoa mais Querida; Equilíbrio Mental em um Mundo Mutável; Hábitos: Seu Senhor ou Escravo?

Últimos posts por Blog da Cultura da Paz (exibir todos)

Comments

comments