Um hindu chegou, exausto, aos arredores de uma aldeia. Sentou-se para descansar um pouco debaixo de uma árvore, quando um habitante se aproximou e disse a ele, quase sem fôlego: “Aquela pedra! Eu quero aquela pedra!”

– Mas que pedra? questionou o hindu

shiva

O homem repondeu:

– Ontem à noite, eu vi o meu Senhor Shiva e, num sonho, ele disse para eu vir aos arredores da cidade, ao pôr-do-sol. Aqui eu encontraria o hindu que me daria uma pedra muito grande e preciosa, que me faria rico para sempre!

O hindu, então, mexeu na sua trouxa, sacou a pedra e foi logo dizendo: “Provavelmente, foi desta que ele te falou. A encontrei na floresta, alguns dias atrás, pode levá-la!”. E, assim falando, ofereceu-lhe a riqueza.

O homem olhou maravilhado para a pedra. Era um diamante. Talvez, o maior (tinha o tamanho de uma cabeça humana) e mais belo de todos os tempos!

diamante

Pegou, pois, a pedra preciosa e foi-se embora. Mas, quando veio a noite, ele virava de um lado para o outro em sua cama e nada de dormir. Logo que amanheceu, foi ver o hindu, novamente, e o despertou dizendo: “Eu quero que me dê essa riqueza que lhe tornou possível desfazer-se de um diamante enorme tão facilmente!”

 

A gente nunca está satisfeito, não é mesmo? Reavalie seus atos e perceba o quanto daquilo que consome é realmente necessário e o quanto é supérfluo.

Apesar da antiguidade desta história, ela detém um conteúdo extremamente atual. Somos bombardeados a todo momento com publicidades que nos incitam a consumir para obter a “verdadeira felicidade”. Nessa busca infindável pelo ter, muitas vezes, nos perdemos de nós mesmos. E é aí que mora o perigo.

Recentemente, publicamos aqui no blog um artigo chamado “Consumo Consciente na Infância”. Veja de que forma você pode educar uma criança fazendo-a optar pelo que realmente vale a pena:

http://www.culturadapaz.com.br/consumo-consciente-na-infancia/

 

Conheça a nossa coleção de títulos voltados à Cultura da Paz. São livros infantis que despertam nos pequenos a riqueza interior que possuem:

http://www.omnisciencia.com.br/editora-omnisciencia

Comments

comments