No dia 8 de maio, o vegano Kendrick Yahcob Farris levantou 377kg durante as classificatórias para as Olimpíadas e ditou o novo recorde americano da categoria até 94kg.

kendrick-harris

Farris será o único homem a competir pelos Estados Unidos em levantamento de peso nas olimpíadas deste ano, no Rio de Janeiro. O novo hábito alimentar foi adotado depois do nascimento de seu filho, em setembro de 2014.

kendrick

“Eu fiz a transição para uma dieta vegana há mais ou menos um mês, e fico feliz de dizer que minha vida mudou para melhor. Eu me sinto uma nova pessoa.”, relata no post de 2014.

Ele é a prova viva de que não precisamos comer carne para adquirir a quantidade necessária de proteínas ao nosso corpo. Uma dieta balanceada lhe assegura as condições apropriadas para o desempenho no esporte. Desde que Farris virou vegano, ele teve um crescimento muscular considerável e, inclusive, subiu de categoria de peso.

Como Kendrick faz para obter toda a proteína necessária para conseguir levantar mais de 350 kilos? “Eu apenas pesquiso sobre as comidas que estou ingerindo e tento ser eficiente. Quanto de proteína tem um abacate?”

Cortar a carne não o deixou para trás. Farris ganhou a medalha de ouro nos dois últimos jogos panamericanos (levantando mais de 350 kilos em cada), quando já tinha feito a mudança alimentar.

kendrick-vegano

Ele eliminou a carne, completamente, por respeito aos animais: “Eu não confio na forma como a comida é processada”, disse. “Eu não concordo com a maneira como os animais são abatidos em massa. Esse é um dos motivos que me fez adotar a dieta vegana”

Assim que Farris se convenceu, ele fez a transição instantaneamente. “Quando eu contei para minha mulher (Katrina), ela riu de mim”. Katrina diz que antes dessa epifania, o Kendrick comia todo tipo de comida. “Ele adorava hambúrgueres de carne, assim como todos os atletas Olímpicos. Portanto, não achei que ele ia manter a dieta, mas dois anos depois eu acho que a dieta o fez ser um atleta ainda melhor”.

Kendrick diz que ele se sente mais leve e limpo depois da adoção da dieta vegana. “A minha mente está completamente límpida, eu não fico mais afobado com facilidade. Minha atitude é completamente diferente. Eu sempre tive um péssimo temperamento, algo que eu venho trabalhando há anos. Agora, consigo reconhecer minhas diferentes emoções e não ser governado por elas. Isso não significa que eu não as tenha. Eu apenas tenho mais controle agora”.

A Katrina disse ao HuffingtonPost (http://www.huffingtonpost.com/entry/kendrick-farris-olympics-vegan_us_57ab6be7e4b0db3be07ccc07) como se dá a rotina diária dele:

“No café da manhã, ele come aveia e panquecas; no lanche antes do almoço, um shake à base de plantas com sabor de chocolate ou creme. No almoço, o cardápio é composto de quesadillas de abacate. Depois da refeição, ele vai para a academia. Quando volta, come outro lanche, geralmente um guacamole e chips de feijão preto. No jantar, quesadillas de feijão preto. Eu uso feijão preto em tudo. Se ele estiver com fome antes de dormir, toma mais um shake de proteína.”

Além de Kendrick, outros dois atletas – que também vão participar da competição – abandonaram os alimentos de origem animal: Morgan Mitchell, corredora de 400 metros rasos pela seleção da Austrália e Marquise Goodwin, que compete na categoria de salto em distância também pelos Estados Unidos.

 

a-nova-culinaria-vegana-baixaA Nova Culinária Vegana – Clique aqui para conhecer o livro – As receitas de “A Nova Culinária Vegana” conseguem a façanha de reunir todo mundo – desde os amantes de churrasco até os vegetarianos mais ferrenhos – ao redor da mesma mesa para desfrutar de refeições apetitosas e inspiradoras, inteiramente à base de vegetais. Seja para cozinheiros de primeira viagem que querem preparar refeições sem carne em poucos minutos, seja para a dona de casa tarimbada, o livro desmistifica a culinária vegetariana e vegana e a eleva ao status de gastronomia. Vai ficar muito fácil encontrar receitas saborosas e saudáveis para agradar a todos!

Comments

comments