Amanhece e já é hora de levantar! Já? Sim, mesmo que não tenha tido uma boa noite de sono, agora terá que enfrentar mais um dia com tudo o que vier pela frente… Provavelmente, sentirá cansaço físico e dificuldade para elaborar pensamentos corretos durante o desenrolar do dia. Muitas pessoas passam pela experiência da insônia atualmente, e o número vem aumentando cada vez mais.

Dificuldade em iniciar o sono, acordar durante a noite sem conseguir voltar a dormir ou breves pausas respiratórias conhecidas como apneias, são problemas que podem comprometer o descanso tão necessário para nosso organismo.

Caso a falta de sono se transforme em rotina, as funções físicas e mentais podem ficar seriamente comprometidas, causando transtornos em sua vida.

É melhor você parar, perceber o que está acontecendo e procurar alternativas para superar este problema: a insônia.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a insônia interfere diretamente na qualidade de vida das pessoas afetadas por esse transtorno, e já alcança 40% da população mundial, incluindo o Brasil: Um verdadeiro problema de saúde pública.

Principais causas

  • hábitos inadequados que adquirimos durante a vida.
  • dificuldades respiratórias durante o sono
  • doenças que causam algum tipo de dor
  • distúrbios hormonais
  • ansiedade
  • depressão

Atualmente, a insônia é vista como um sintoma de alguma doença de ordem física ou psíquica. Devemos procurar a causa que leva a essa reação do nosso organismo, que não consegue dormir e relaxar  adequadamente.

Vale a pena lembrar que, muitas vezes, a causa e o sintoma acabam formando um círculo vicioso. Por exemplo: a ansiedade predispõe à insônia, que por sua vez cria mais ansiedade ainda, ação e reação se auto alimentam e talvez seja este um dos motivos pelos quais é relativamente difícil controlar a insônia, ou liberta-se dela.

A Yoga como terapia

Dormir significa: descansar naturalmente de forma inconsciente e inação orgânica,  entregar-se ao sono.

E o que é sono?

Neste estado, há uma interrupção transitória e reversível do estado de vigília através do relaxamento natural dos músculos; as atividades cerebral e sensorial diminuem e o organismo pode se recuperar do cansaço. 

Como a yoga pode ajudar você a enfrentar a insônia?

Asana Savasana para insônia

 A yoga é uma ciência que tem por finalidade equilibrar e harmonizar o corpo físico e a mente através de práticas constantes e naturais, desenvolvendo assim um processo de elevação da consciência até que possamos nos unir com a alma – a essência perfeita e saudável que habita em todos os seres.

Relaxamento soltar e entregar

Elimina ou reduz a tensão corporal deixando os músculos mais soltos e  relaxados, traz quietude física e mental, levando naturalmente ao sono restaurador.

Ásanas  – força e disciplina

A prática constante das posturas traz harmonia e equilíbrio ao corpo e à mente,  equilibra nosso campo energético, o que ajudará a adormecer com maior tranquilidade.

Pranayamas – energia extra e ritmo

Técnica que trabalha essencialmente a respiração, acalma os pensamentos e dessa forma nossa mente inquieta pode parar. Traz um ritmo harmonioso  para nossas vidas.

Meditação –  paz  e alegria

Ao meditar, acalmamos a mente e descansamos o coração. Experimentamos a inação do corpo, diminuindo muito a ansiedade ou até a eliminado. Podemos, então, sentir uma grande paz e alegria, o que nos ajudará a enfrentar adequadamente as atividades diárias e à noite dormir muito bem!

COMEÇE JÁ!

Primeiro passo: relaxe

 Savasana contra insônia

Escolha um lugar onde possa permanecer em silêncio, use roupas confortáveis e procure sentir-se à vontade, deixando de lado os pensamentos negativos, mesmo que isto seja difícil. Não importa, tente.

Deite-se no solo de costas com as pernas levemente afastadas e os braços ao longo do corpo, com as palmas das mãos voltadas para cima. Feche suavemente os olhos e respire livremente, relaxe por alguns minutos.

Relaxe todas as partes do corpo: pés, pernas, estômago, mãos, braços e ombros, tórax, costas e coluna vertebral. Solte bem o pescoço, a garganta , a musculatura da face, a testa e toda a região da cabeça. Respire suavemente pelas narinas. Permaneça em relaxamento por pelo menos 10 minutos.

O relaxamento é de grande importância para que possamos soltar toda a estrutura corporal. Harmoniza e equilibra o sistema nervoso trazendo paz e serenidade integrais.

Depois de relaxar, espreguice bastante. Solte mais um pouco toda a estrutura corporal e sente-se calmamente. 

Trabalhando o corpo para diminuir tensões

 Tadasana – Postura da montanha

tadasana insôniaTada em sânscrito significa montanha. Na Índia, as montanhas do Himalaia são consideradas lugares sagrado. Vários mestres se retiraram para este lugar de grande beleza para praticar yoga e meditar. A montanha é símbolo de firmeza e  resistência.

Esta é uma  postura  básica,  ajuda o  praticante  a  desenvolver  a   consciência  para ficar em pé adequadamente, sem forçar nenhuma parte do  corpo,  corrigindo  a  postura inadequada.  Atua, também, no sistema nervoso central, equilibrando-o.   Trabalha a força mental.

Fique em pé, mantenha os pés juntos, do dedão ao calcanhar, e alongue bem as pernas unindo os joelhos. Contraia as nádegas inclinando para trás a bacia, formando uma linha reta da nuca ao cóccix.

Afaste as mãos do corpo formando um triângulo cujo vértice é o topo da cabeça.  Permaneça por alguns minutos na postura, com a respiração livre.

Trikonasana

 trikonasana insôniaTri  significa três e Kona  ângulo.  Esta  postura  dá   elasticidade  à  coluna  vertebral   e  fortalece  as articulações. Através da flexão do tronco para a direita e para a esquerda, os músculos laterais e dorsais são ativados.

Fique em pé, com as  pernas  separadas (aproximadamente 1m). Inspire enquanto eleva os braços lateralmente até a altura dos ombros, com as palmas das mãos para baixo.

Ao expirar, incline o tronco para a  direita até que a mão direita toque  os dedos do pé direito, erguendo o braço esquerdo até alinhar-se verticalmente com os ombros e  com o braço direito; olhe para a  mão esquerda, mantendo a postura  por alguns instantes com a  respiração livre.

Ao inspirar volte à posição inicial, com os braços lateralmente  alinhados em direção aos ombros. Repita a postura agora inclinando o  tronco  para  o lado  esquerdo.  Inspire  voltando à  posição inicial.

Expire abaixando os braços ao longo do corpo e relaxe respirando  livremente.

Consciência respiratória

 Sente-se em sukhasana: as pernas cruzadas, os joelhos bem baixos, ambos no mesmo nível.

pessoa-meditando 

– Coluna  vertebral ereta sem tensão;

– Músculos relaxados;

– Mãos também relaxadas com as palmas para cima;

– Olhos fechados e semblante sereno, tranquilo.

Depois, medite um pouquinho

Permaneça em silêncio, sem preocupações.

Lembre-se: você pode começar com 5 minutos e depois aumentar aos poucos  este tempo de silêncio interior que experimentamos na meditação.

Finalmente abra os olhos bem devagar.

 

ATITUDE

O estresse que leva a tantos distúrbios como ansiedade, insônia, falta de ânimo, depressão e até doenças mentais graves, não decorre somente de condições adversas (pois estas sempre existiram ao longo da história humana), mas também da forma como você pensa, sente e toma suas decisões. Depende da sua atitude em relação às diversas experiências que se apresentam em sua vida.

Procure manter sempre uma postura mental de serenidade e transforme esta condição em uma norma de procedimento na vida cotidiana: bons pensamentos e ações corretas fazem parte dos requisitos para alcançar paz, equilíbrio e muita ALEGRIA!

 

Namastê!

Elma Martins

Professora de yoga

Últimos posts por Blog da Cultura da Paz (exibir todos)

Comments

comments