Trecho extraído do livro “Gandhi, o Herói da Paz”

UntitledGandhi recebia muitas cartas diariamente, e, para poder se concentrar e responder a todas essas cartas, resolveu ficar todas as segundas-feiras em silêncio. Com o passar dos anos, ele dizia que essas 24 horas sem falar tornaram-se as mais importantes para a sua vida. Passava também parte do seu tempo escrevendo artigos sobre a Verdade e a Não-violência para o jornal que ele mesmo publicava. Gandhi dizia que suas ideias não eram novas, mas, sim, tão antigas quanto as colinas. Falava que essas verdades eternas já estão gravadas em nossa alma, e que podem ser lidas, a qualquer momento, com os olhos do coração puro.

Era essa sua forma de amar a humanidade, repetindo sempre que devemos ter respeito e amar todos os seres – homens e animais – como nossos irmãos. Gandhi, com a força de seu exemplo, foi capaz de tornar a Índia independente, sem nunca ter usado a violência.

Untitled2

Um dia, quando estava com 76 anos, Mahatma Gandhi estava indo para suas orações diárias, junto com seus familiares, discípulos e amigos quando um homem se aproximou dele. Naquele momento, Gandhi percebeu a intenção daquela pessoa de lhe tirar a vida. Já havia previsto que um dia isso aconteceria. Entregando-se à vontade do Senhor do Universo, ele abençoou essa pessoa, perdoando-a, com um gesto de oração. Até seu último momento, como um verdadeiro Herói da Paz, ele viveu a Verdade do amor infinito. Por isso, foi capaz de perdoar aquele homem, como também fez Jesus em sua derradeira hora por aqueles que o haviam condenado.

Quem busca a sabedoria percebe que nada acontece por acaso, que tudo faz parte de um movimento maior. Na realidade, Gandhi permanece vivo entre nós até os dias de hoje, por meio de seus ensinamentos e do exemplo de sua própria vida.
Mahatma Gandhi é, agora, um dos grandes amigos invisíveis da humanidade, disposto a orientar e a ajudar qualquer pessoa a se transformar em um Herói da Verdade.

 

 

 

capa_Gandhi_novamenorComo um homem magro e miúdo, sem usar nenhuma arma, consegue libertar um país dominado por quase dois séculos? Como um homem pode ficar 21 dias sem beber ou comer e com isso transformar a vida de milhares de pessoas? Como um homem pode ter a coragem de se despojar de todos os seus pertences e, vestindo apenas um pedaço de tecido branco em volta do quadril, se transformar no maior ícone da paz mundial? Essa é a história de Gandhi.

https://goo.gl/zkQ8SR

Carolina Conti

Carolina Conti é jornalista com especialização em Ciências da Religião pela PUC e autora do blog Altar Particular (https://blogaltarparticular.wordpress.com/). Atua como editora e coordenadora da área de Comunicação na Omnisciência.

Últimos posts por Carolina Conti (exibir todos)

Comments

comments